Laboratório de Dramaturgia

 

O Laboratório de Dramaturgia, projecto concebido pelo Teatro Meridional em colaboração com o Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, é uma iniciativa que se desenvolve desde 2013 e pretende incentivar a criação de textos inéditos em língua portuguesa, associando escritores a um painel de artistas e académicos num trabalho conjunto que acompanha a escrita de um texto.

O incentivo à escrita e a eventual publicação de textos, tendo como ponto de partida uma proposta (temática ou artística), a criação de textos a partir da discussão e da experimentação geradas em torno da ideia de teatro contida numa sinopse, o diálogo activo e estimulante entre o escritor/dramaturgo e um painel constituído por representantes dos promotores da iniciativa e por pessoas com experiência no teatro, a valorização do estatuto do texto e das suas especificidades e a exploração de diferentes possibilidades conceptuais de escrita de/para teatro, são os objectivos capitais deste projecto.

As anteriores edições receberam mais de 150 propostas de textos e foram seleccionados 5 títulos para edição, no âmbito das colecções "azul cobalto | teatro" da editora Companhia das Ilhas“Nova Dramaturgia Portuguesa”, em parceria com a Companhia de Teatro Lêndeas d´Encantar e com a Folha de Medronho - Artes Performativas.

 

DATA/HORA
 
 
2019

5ª Edição do Laboratório de Dramaturgia

 

Está a decorrer a 5ª Edição do Laboratório de Dramaturgia, que propõe como mote para a escrita dos textos, um tema, desmultiplicado, através das seguintes questões: 'Quem fala por ti?' ou 'A quem emprestas a tua voz?' ou 'Como é que te fazes ouvir?'.

Foram recebidas 37 propostas, a partir das quais se seleccionaram os dois autores participantes no laboratório: Lara Morgado e Ricardo Correia, cujos textos tinham, respectivamente, os seguintes títulos provisórios: “O sonho de alguém" e “Museu da História europeia".

O painel responsável pela seleção das as sinopses e pelo acompanhamento das sessões a realizar com os autores ao longo do processo criativo (até outubro de 2019) é constituído por: Maria João Brilhante (Centro de Estudos de Teatro/FLUL), Natália Luíza e Mónica Almeida (Teatro Meridional), Paula Magalhães, Tiago Torres da Silva e Jorge Louraço Figueira.

 

DATA/HORA
 
 
2017

4ª Edição do Laboratório de Dramaturgia

A 4ª Edição deste Laboratório, que decorreu entre abril de 2017 e fevereiro de 2018, propôs como mote para o trabalho de escrita uma questão central que atravessa a contemporaneidade: 'Que utilizador de MEDIA somos nós?', tendo sido recebidas 11 propostas, a partir das quais se seleccionaram os dois autores participantes no laboratório: Rui Sousa e a dupla Pedro Alves/Tiago Patrício, cujos textos tinham, respectivamente, os seguintes títulos provisórios: “De frente à minha televisão sou eu o imperador” e “Fábio Luxemburgo”.

O painel responsável pela seleção das sinopses e pelo acompanhamento das sessões realizadas com os autores, ao longo do processo criativo da 4ª edição do Laboratório de Dramaturgia, foi constituído por Maria João Brilhante (Centro de Estudos de Teatro / FLUL), Natália Luíza e Mónica Almeida (Teatro Meridional), Paula Magalhães, Tiago Torres da Silva e Pedro Marques.

Antes da finalização do texto por parte dos autores, foi promovida uma sessão de leitura, com a participação dos atores: Bruno Huca, Carolina Serrão, João Pedro Mamede, Paulo B e Sílvia Filipe.

Desta edição do Laboratório de Dramaturgia, resultou ainda a publicação do texto FRENTE À MINHA TELEVISÃO SOU EU O IMPERADOR, de Rui Xerez de Sousa, na coleção “Nova Dramaturgia Portuguesa”, em parceria com a Companhia de Teatro Lêndeas d´Encantar e com a Folha de Medronho - Artes Performativas.

 

 

DATA/HORA
 
 
07 de Março 2017 

Apresentação do Projecto Laboratório de Dramaturgia

ConviteDigital LAB 4ªED

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DATA/HORA
 
 
2016

3ª Edição do Laboratório de Dramaturgia

A 3ª Edição do Laboratório de Dramaturgia decorreu entre Fevereiro e Setembro de 2016, propondo que o trabalho de escrita tomasse como ponto de partida uma situação inesperada que levasse, uma ou mais personagens, a permanecer num determinado espaço. Os escritores/dramaturgos tiveram ainda em conta um limite de 4 actores para a possível concretização cénica do texto.

O painel responsável pela selecção das sinopses, nesta 3ª edição, foi constituído por: Maria João Brilhante e Paula Magalhães (Centro de Estudos de Teatro / FLUL), Natália Luíza (Teatro Meridional), Tiago Torres da Silva e Tiago Patrício.

Foram recebidas 59 propostas, a partir das quais se seleccionaram os três autores participantes no laboratório: Ana Lázaro, Emília Costa e Firmino Bernardo, cujos textos tinham, respectivamente, os seguintes títulos provisórios: “A dança das raias voadoras”, “Solidariedades” e “Requests, ou permissão para respirar”.

Ao grupo responsável pela selecção associou-se ainda Mónica Almeida (Teatro Meridional), ficando assim constituído o painel de acompanhamento das sessões realizadas com os autores ao longo do processo criativo.

Antes da finalização do texto por parte dos autores, foi promovida uma sessão de leitura, com a participação dos actores: Ana Bento, Carla Chambel, Maria João Pinho, Miguel Raposo, Mina Andala, Rui M. Silva, Sílvia Filipe e Simon Frankel.

Desta 3ª edição do Laboratório de Dramaturgia resultaram dois textos que agora se publicam: A DANÇA DAS RAIAS VOADORAS, de Ana Lázaro, e REQUESTS, OU PERMISSÃO PARA RESPIRAR, de Firmino Bernardo, no âmbito da Colecção Azul Cobalto / Teatro da editora Companhia das Ilhas, em parceria com o Teatro Meridional e o Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

 

DATA/HORA
 
 
2014/2015

2ª Edição do  Laboratório de Dramaturgia

 

 

A 2ª Edição do Laboratório de Dramaturgia - ESCREVER UM LUGAR - decorreu entre Outubro de 2014 e Novembro de 2015, propondo, como imaginário de base para a escrita de sinopses, uma Estação Rodoviária / Central de Camionagem, numa localidade fora dos grandes centros urbanos e cuja acção decorria na actualidade. Os escritores/dramaturgos tiveram ainda de ter em conta o limite de 4 actores para a concretização cénica das vozes/personagens a criar.

O painel responsável pela selecção das sinopses, nesta 2ª edição, foi constituído por: Maria João Brilhante e Paula Magalhães (Centro de Estudos de Teatro / FLUL), Natália Luíza (Teatro Meridional), Ricardo Neves-Neves e Tiago Torres da Silva. A este grupo, associou-se ainda Mónica Almeida (Teatro Meridional), ficando assim constituído o painel de acompanhamento das sessões realizadas com os autores ao longo do processo criativo.

Foram recebidas 24 propostas, a partir das quais se seleccionaram os autores participantes no laboratório: Fátima Ribeiro e Fernando Giestas, cujos textos tinham, respectivamente, os seguintes títulos provisórios: “BRO” e “Porcos”.

No final processo de acompanhamento da escrita dos textos, foi promovida uma sessão de leitura com a participação dos actores: Lourenço Seruya, René Vidal, Sílvia Barbeiro, Susana Madeira e Vítor Alves da Silva.

 

DATA/HORA
 
 
2013/2014

1ª Edição do  Laboratório de Dramaturgia

 


 
40russasaecsmfsfg


A 1ª Edição do Laboratório de Dramaturgia - ESCREVER NO ESPAÇO - decorreu entre Setembro de 2013 e Julho de 2014, propondo, como ponto de partida para a escrita de sinopses, um espaço cénico desenvolvido pelo cenógrafo Fernando Ribeiro, tendo sido facultado aos candidatos um desenho virtual desse espaço. Os escritores/dramaturgos tiveram ainda de ter em conta o limite de 4 actores para a concretização cénica das vozes/personagens a criar.


O painel responsável pela selecção das sinopses, nesta 1ª edição, foi constituído por: Maria João Brilhante e Maria Helena Serôdio (Centro de Estudos de Teatro / FLUL), Natália Luíza (Teatro Meridional), Rui Pina Coelho e Ricardo Neves-Neves. A este grupo, associou-se ainda Mónica Almeida (Teatro Meridional), ficando assim constituído o painel de acompanhamento das sessões realizadas com os autores ao longo do processo criativo.

Foram recebidas 23 propostas, a partir das quais se seleccionaram os três autores participantes no laboratório: Hugo Miguel Coelho, Jorge Palinhos e Tiago Ribeiro Patrício, cujos textos tinham, respectivamente, os seguintes títulos provisórios: “Naufrágio”, “Parking” e “Reestruturação”.

Antes da finalização do texto por parte dos autores, foi promovida uma sessão de leitura, com a participação dos actores: António Fonseca, Carla Chambel, Catarina Guerreiro, João Maria Pinto, José Mata, Maria Teresa Barbosa, Miguel Seabra, Sílvia Filipe e Wagner Borges.

Desta 1ª edição do Laboratório de Dramaturgia – ESCREVER NO ESPAÇO – resultaram dois textos: "Parking", de Jorge Palinhos, e "Desmaterialização", de Tiago Patrício, que se publicaram num único volume, no âmbito da coleção "azul cobalto | teatro" da editora Companhia das Ilhas, numa parceria com o Teatro Meridional e o Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

 

Newsletter

Desejo receber novidades sobre o Teatro Meridional.
Ao subscrever a newsletter do Teatro Meridional, está a dar-nos permissão para o tratamento dos seus dados de acordo com o Regulamento Geral da Proteção de Dados. A AMC garante que os dados se destinam exclusivamente para a divulgação e promoção da sua actividade e programação. Para mais informação sobre a nossa política de privacidade, carregue aqui